Conteúdo não disponível

Desculpe, este conteúdo não está disponível em sua região. Saiba mais sobre o fascinante mundo do Discovery aqui

São Paulo e Rio: trilhas perfeitas para os amantes do off-road

Turbo
São Paulo e Rio: trilhas perfeitas para os amantes do off-road
Turbo
São Paulo e Rio: trilhas perfeitas para os amantes do off-road
Automais Oficial

Trilhas com graus de dificuldade para toda a sorte de aventureiros são boas opções de lazer nos dois estados. Há caminhos que contam curiosidades sobre a história do Brasil e ainda proporcionam contato com a natureza
Pinheirinho

A trilha, na região da Serra da Cantareira, contém erosão, barro na pista e subidas íngremes. Para acessá-la, é preciso dirigir até a Estrada da Roseira, no município de Mairiporã. O local de partida para a Trilha do Pinheirinho é o Bar do Pedrão. Localizado no Km 6 da Estrada da Roseira, o espaço recebe trilheiros da Serra da Cantareira desde os anos 1980 e é ideal para o descanso antes da volta para a casa. De Mairiporã: Vá pela rodovia Fernão Dias (BR-381), siga pela estrada da represa e pegue a rotatória Estrada da Roseira. De São Paulo, siga em direção norte pela avenida Nova Cantareira em direção à Rua Manuel Tarnovschi; vire à direita na avenida Senador José Ermírio de Moraes e depois novamente à direita na Estrada Juqueri-Mirim. Siga pela avenida Roseira.

Pinheiriho

Crédito: DNI

Castelhanos

A trilha parte do Núcleo Perequê em direção à praia de Castelhanos, em Ilhabelha – litoral norte paulista – e passa por dentro do Parque Estadual Ilhabela, o que pede atenção aos horários: a ida é feita até às 14h, quando começa o período de retorno, que ocorre às 17h. Os 22 quilômetros de extensão se dividem em 10 de subida intensa (730 metros acima do nível do mar) e 12 quilômetros de descida, com bastante poeira no tempo seco e muita lama em dias de chuva. Em média, o percurso completo é feito em cerca de 1h15. A agente de turismo Fernanda Bianco dá dicas sobre a trilha: “É sempre bom checar as informações antes de ir, pois em época de temporada a prefeitura impõe algumas regras, como limite de carros por dia, por exemplo”. A praia de Castelhanos tem cerca de 1.500 metros de extensão e é propícia para a prática de surf ou um passeio de canoa. De água límpida, o mar atrai viajantes que desejam conhecer o mundo submerso do local. Na praia, o Restaurante do Alemão serve pratos feitos com peixe fresco pescado no dia. Para os caronas, vale experimentar a famosa caipirinha feita com folhas de mexerica, típica do local.

Estrada Castelhanos

Crédito: Thinkstock

Fazenda Santa Rosa

Está situada em uma região rica em nascentes, na cidade de Atibaia. Possui grandes erosões, atoleiros e trechos de barro e areia. Boa opção para grupos e motoristas iniciantes — como está em uma fazenda particular, há equipes de apoio para os jipeiros. O caminho, em uma região rica em nascentes na cidade de Atibaia, é feito em terreno diversificado (grandes erosões, atoleiros e trechos de barro e areia) e com nível de dificuldade médio. “Todos os trechos mais desafiadores têm o que chamamos de ‘aborto’, para quem não quer forçar muito o carro ou não está seguro”, conta Paulo Loesch, proprietário da fazenda. Acesso pela Rodovia Dom Pedro I.

Fazenda Santa Rosa

Crédito: Thinkstock

Búzios

Quem prefere as trilhas off-road com mais desafios deve ir em direção às Dunas do Peró. O local possui cenário paradisíaco, repleto de dunas de areias brancas. Não é à toa que pilotos participantes do Rali Dacar escolheram o local como treinamento para a corrida. Dica de especialista: não entre sozinho nas dunas e tenha algumas cintas para reboque no porta-malas. Antes de colocar seu carro nas areias fofas, baixe a calibração dos pneus, mas tenha no carro um calibrador e uma bomba elétrica, pois assim que você voltar para o piso firme, os pneus precisam ser calibrados. Chegando em Búzios o trajeto fica mais simples e o caminho se torna ideal para apreciar as paisagens praianas. Algumas trilhas se iniciam a partir daí, como as que levam para as praias do Tucum, Zé Gonçalves e Praia Brava.

Buzios

Crédito: Thinkstock

Super Bonder

Com inicio em Itaipava, a trilha tem grau de dificuldade alto e é aconselhada para quem possui experiência. “A trilha tem esse nome porque o carro cola [no solo] mesmo”, diz o guia de turismo e fundador da agência especializada Jeep Eco Tour, Jerônimo Pinheiro.

Super Bonder

Crédito: DNI

Caminho do Imperador

Procurada por jipeiros especialmente quando chove e há formação de lama, a travessia “Caminho do Imperador” é boa escolha para quem busca uma trilha com dificuldade moderada. Além dos atrativos naturais, o percurso, localizada em Paty do Alferes, conta um pouco da história do Brasil. “Essa trilha era feita por D. Pedro II, que percorreu diversas vezes o caminho”, conta o guia de turismo e fundador da agência especializada Jeep Eco Tour, Jerônimo Pinheiro. Quem se aventurar pelo Caminho do Imperador encontrará cenários que dão vistas à Baía da Guanabara.

Praia do Peró

Crédito: Sandra Mara Ventura Alonso

Comentários Ver mais comentários